Acesso Restrito
Login:
Senha:

Esqueceu sua senha ?

 
Central de Admissão (69) 3211-6032


                                                
Rondônia, domingo, 20 de janeiro de 2019
  Pedagogia
Edital de Vestibular 2018 e Manual do Candidato
O Curso
Objetivos
Projeto Pedagógico
Grade Curricular
Corpo Docente
Estágio Supervisionado
Atividades Independentes
Normas do TCC
Fale com a Coordenação
Outras Informações
Horário de Aulas
Estágio Supervisionado

Os projetos de desenvolvimento da prática pedagógica deverão constituir-se em espaço de integração teórica-prática do currículo e em instrumento de aproximação do aluno à realidade social e pedagógica do trabalho educativo por meio da pesquisa e do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).
A prática pedagógica deve constituir-se em condição para a:
  • inserção do aluno no contexto do sistema escolar;
  • iniciação à pesquisa e ao ensino;
  • intervenção e iniciação profissional junto às escolas/instâncias educativas;
  • estágio de prática profissional nas áreas de atuação previstas.


Objetivo Geral :

Contemplar, na formação do acadêmico, dentro de uma visão integradora, todas as nuances da realidade e todas as formas de intervenção da realidade, considerando os eixos norteadores e as modalidades de prática pedagógica definidos para cada período.

Descrição:

Entender a prática como “componente curricular implica vê-la como uma dimensão do conhecimento que tanto está presente nos cursos de formação, nos momentos em que se batalha na reflexão sobre a atividade profissional, como durante o estágio, nos momentos em que se exercita a atividade profissional”. (Parecer CNE/CP 9/2001, p. 22). Considerando o exposto vamos contemplar três modalidades de Prática Pedagógica:
I – A Observação: Instrumento de aproximação do acadêmico com a realidade, com as instituições escolares, com o pensamento pedagógico, com os sistemas educacionais ou não, na perspectiva do processo pedagógico que se deseja construir, e a ampliação da compreensão inicial da prática profissional que escolheu;
II – Participação: Instrumento de iniciação à pesquisa sistemática e ao ensino, no sentido de participar dessa experiência como fundamento de criação e recriação do conhecimento e da prática. Tal participação deve ser planejada e ocorrer buscando informações, dados e vivências que permitam reflexões capazes de oferecer, realmente, indicações substantivas para a preparação profissional do professor;
III – Regência: Instrumento de iniciação profissional realizado junto às escolas, ou a partir das informações coletadas nas escolas envolvendo atividades de observação, de participação e de regência acontecendo no interior das disciplinas de forma integrada, promovendo a articulação das diferentes práticas e envolvendo a atuação coletiva dos formadores.

Essas diferentes modalidades guardam entre si inter-relação e complementaridade, o que possibilita sua realização concomitante.

A Prática Pedagógica e Estágio Supervisionado são atividades que devem acontecer juntas, preferencialmente no mesmo ambiente escolar. Para efetivar e garantir um trabalho de qualidade que atenda as necessidades da Escola, far-se-á convênio entre a Instituição de Ensino Superior e o Órgão de Ensino responsável pela Escola (SEDUC/SEMED).
As atividades serão desenvolvidas de forma interdisciplinar, devendo ser planejadas em consonância com as disciplinas e seus conteúdos, bem como a realidade apresentada pelos acadêmicos.










A Faculdade

Estrutura

Assessoria de Comunicação

Institucional

Ensino

Engenharia

Gestão de Negócios

Educação

Tecnologia

 

 

Pós Graduação

Publicações

FGV

 

 

 

Contatos

Rede Sociais

 / vocenaporto
/ vocenaporto
/ TVportoTV

 




Faculdade Porto
Rua Paulo Freire, nº 4767 - Bairro: Flodoaldo Pontes Pinto
Porto Velho – Rondônia - Fone: (69) 3211-6000